WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas.
Olá, como posso ajudar?

Idealizar, aprender, idealizar, aprender…

Precisamos dizer mais:

— “Eu não sei…”

— “…mas consigo descobrir.”

O Designer tem o privilégio de dizer eu não sei e deveria dizer isso mais vezes antes de solucionar um produto.

Cada pessoa tem uma bagagem diferente e é isso que faz a experiência do usuário ser interessante.

Afinal, não consigo ter a mesma sensação que você ao pular de paraquedas, por exemplo.

Você pode ter decidido pular por alguns motivos:

  • Adrenalina
  • Perdeu uma aposta de um amigo
  • Quer perder o medo de altura
  • Quer saber como é lá de cima
  • Já pulou e quer de novo
  • E por aí vai…

No final, a sua experiência será diferente da minha, pois aconteceu diversas coisas na sua vida até você chegar ao pulo.

Por isso, não podemos dizer que sabemos sobre alguma coisa com 100% de certeza.

Podemos sim trabalhar com hipoteses e sugestões, pois com isso consigo aprender alguma coisa e melhorar lá na frente.

Precisamos construir juntos

Quando comecei a entender mais sobre experiência do usuário, vi que preciso de pessoas com bagagens e experiências diferentes para construir junto comigo.

Então aí que entra os ciclos que acontecem diversas vezes do começo ao fim para solução de um produto.

Nesse time pode estar: cliente, designer, desenvolvedores, usuários, engenheiros e por aí vai.

Com tudo isso, podemos:

Entender
Precisamos analisar o problema, compartilhar conhecimentos, identificar visões que se encontram e a partir disso, definir exatamente qual o problema para buscar uma solução. Conversar com pessoas, ouvir suas histórias e ter empatia.

Gerar ideia
A partir daqui podemos ter soluções, ver o ponto de vista do outro, continuar conversando, achar pontos em comum.

Decidir
Nessa parte é importante decidir em conjunto, até mesmo com o cliente. Criando junto, você será mais assertivo lá na frente e consequentemente terá menos conflitos.

Prototipar
Nessa fase vale fazer um teste de usabilidade com o usuário, verificação de navegação, apresentar para o cliente.

E nesse caso, o Desenvolvimento junto pode achar alternativas e soluções mais viáveis antes da entrega final.

Validar e aprender
Nada garante que a solução final é a definitiva. Pode ser lançado mas não pode ser esquecido, pois a todo momento as coisas mudam.

  • O cliente pode querer mudar o modelo de negócio
  • O concorrente fez uma coisa melhor
  • Quando os usuários usarem podemos ter outros insights
  • As cores podem mudar

Por isso a parte de aprender e observar é importante.

Enquanto o produto existir precisamos caminhar junto com ele e com as inovações. Cada dia se adaptando, melhorando e trabalhando juntos.

Idealizar, aprender, idealizar, aprender…

—?—?— —

E aí, vamos criar juntos?

—?—?— —

Para entender mais sobre, indico o livro Sprint.

https://medium.com/media/e0fb251bacbb38536ef3a1898fabd002/href


Não existe solução certa, errada ou definitiva was originally published in UX Collective ?? on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

Source: Brasil UX design